sexta-feira, fevereiro 16, 2007

Coincidências não existem!

Na quarta feira última, no Culto do Lar, um filho me fez uma pergunta: se as emoções eram inferiores aos sentimentos.

A resposta veio num átimo, sem que desse tempo para o raciocínio se elaborar. Não! eu disse. Muitas vezes estamos num momento de emoção equilibrada, mas com o sentimento contaminado. De outras vezes manchamos nossa emoção, mas nem por isso, vamos deixar de ser quem somos em nosso sentimento profundo.

A emoção, em seus melhores momentos não chega a nos santificar e nem tampouco nos seus piores, pode nos condenar totalmente.

É por isso, concluí, que é preciso educar nossas emoções e desenvolver os nossos sentimentos.

Hoje, Glenda falou na Escola Jesus Cristo, sobre a Parábola das Dez Virgens, principalmente sobre a necessidade de vigiar, estar alerta, para não correr o risco de sermos levados por uma onda mental negativa.

Confesso, que eu estava me deixando contaminar por emoções descoordenadas com a divina mensagem.

Quando escutei Glenda a falar sobre a responsabilidade do Espírita, veio-me a mente o que eu mesmo explicara aos meus filhos na quarta fiera anterior.

Coincidências não exitem! Deus é que me sustentou com duas mensagens de Fé e de Esperança, que materializam-se pela Caridade.

A Paz de Deus para todos, principalmente nos dias de Momo, quando estranhos portais abrem-se em nossa já tão conturbada humanidade.

Um comentário:

Juliana disse...

A palestra foi realmente muito reconfortante! Gostei bastante...
Tb acredito que não existem coincidências, nem acaso!
Bjim!