quarta-feira, dezembro 26, 2007

UM NATAL TRISTE

Uma nota de tristeza abateu-se sobre o Natal da família de nosso amigo Brício Marcelino. Sua esposa, Ana Beatriz foi internada às 5 horas do dia de Natal e desencarnou pouco tempo depois. Perplexos e abatidos ficaram Brício, suas filhas: Ana Carolina, Ana Luísa, Ana Clara e Ana Júlia , além da mãezinha de Ana Beatriz.
.
O velório deu-se ao longo do dia de Natal, em uma das capelas do Cemitério do Caju, onde compareceram os amigos da Escola Jesus Cristo, do Cefet e do Ministério do Trabalho, além de colegas de colégio das filhas.
Os amigos da Escola Jesus Cristo cantaram e leram palavras de reconforto espiritual e foi feita uma oração por Flávio Tavares, presidente da Escola Jesus Cristo, rogando a Deus a Paz de espírito para aquela mulher que viveu dignamente a sua missão de esposa, mãe e trabalhadora incansável.
Após a oração, uma longa e melancólica caminhada em direção ao sepultamento que descoloriu o natal da família de nosso companheiro Brício.
.
Entretanto, somos levados a crer na palavra de Jesus, “Quem crer em mim, ainda que esteja morto, viverá”. E por isso, rogamos a Deus para fortalecer a nossa fé, para que creiamos, para que aceitemos os seus desígnios, mesmo que aparentemente sem sentido ou explicação, reconhecendo que ainda estamos na condição de deficientes visuais espirituais. Que Ele guarde e proteja a já saudosa Ana Beatriz Lídia Ferreira da Silva!
.

Um comentário:

Juliana disse...

Ana foi e deixou as saudades de sua mãe, suas filhas, seu marido e todos aqueles que a conhecerem e conviveram com ela! Que Deus a receba e abençoe nesse momento a sua família, para que atravesse esses momentos com resignação e fé no futuro reencontro.